Condomínios: atenção à bandeira escassez hídrica

1 de setembro de 2021

Condomínios: atenção à bandeira vermelha

A bandeira tarifária escassez hídrica entrou em vigor em setembro e adiciona R$ 14,20 às faturas para cada 100 kW/h consumidos. A nova tarifa pode ficar em vigor até 30 de abril de 2022.

Os condomínios não ficam de fora, isso porque esse aumento impacta diretamente no valor da taxa condominial.

Pensando nisso, trouxemos algumas medidas que a administração interna e moradores podem adotar para economizar.

Controle das luzes das áreas comuns

Primeiramente, é importante fazer a substituição das tradicionais luzes fluorescentes por lâmpadas de led. Elas chegam a consumir de 60% a 80% menos energia.

Outra dica, é conseguir um maior controle sobre o tempo em que as mesmas passam ligadas. Na prática, ao invés de deixar as luzes a noite inteira acesas, é interessante procurar manter apenas as necessárias e colocar sensores de presença nas outras, o que fará uma diferença considerável na conta de luz.

Modernização de elevadores e comando inteligente

Ter comando inteligente, programação nos elevadores ou diminuir o número de abertura dos portões de veículos durante períodos específicos com sistemas controlados ou cancelas também geram economia e ainda por cima trazem conforto para os usuários.

Energia Solar

A energia solar é considerada totalmente limpa, não emite gases poluentes e nem consome recursos naturais. Ao adotá-la, o condomínio assume uma posição muito mais sustentável. Trata-se de uma forma de reduzir os impactos no meio ambiente, gerar alívio no uso das redes de transmissão e melhorar a consciência coletiva sobre a questão de recorrer a fonte renováveis adequadas.

Energia solar térmica (aquecedor solar)

– Capta o calor e transforma a radiação solar em energia térmica;

– Utilizada frequentemente para o aquecimento de água para piscinas, chuveiros e torneiras;

– Aquecedor solar precisa de um reservatório térmico e aparato hidráulico.

Energia solar fotovoltaica

– Capta a luz e transforma a energia solar em energia elétrica;

– Energia elétrica armazenada em baterias (off-grid), ligada diretamente à rede de distribuição (on-grid) ou sistema híbrido;

– Utilizada para funcionamento de aparelhos eletrônicos ou sistema de compensação de energia elétrica;

– Placas fotovoltaicas devem ser instaladas no chão ou telhado, onde sempre há a incidência de luz solar.

Ao instalar aquecedores solares ou placas fotovoltaicas, reduzir custos do condomínio com a conta de luz de forma significativa é o principal impacto percebido.

O sistema de aquecimento solar proporciona água quente sem o ônus do aumento do consumo de eletricidade, já o sistema de energia fotovoltaica é capaz de abaixar em até 95% o valor das contas de luz, de acordo com a capacidade de produção energética do projeto.

Bomba da piscina

Quando se trata das piscinas nos condomínios, é normal que deixem as bombas elétricas ligadas 24 horas por dia. No entanto, isso é super adaptável para que estabeleçam períodos do dia para que ela fique ligada. Como por exemplo, adaptar para apenas oito horas por dia.

Diminuir a potência dos eletrodomésticos

Durante o inverno, é válido diminuir a potência de alguns eletrodomésticos, como geladeira e freezer, por exemplo. Além disso, é importante estar atento ao consumo de energia dos eletrodomésticos na hora da compra e nas manutenções, quando necessárias. São detalhes que fazem muita diferença.

Evite pinturas escuras, aposte em claras

O uso de cores claras nos ambientes, possibilita que seja possível usufruir melhor da luz natural, sem a necessidade de ligar as luzes durante o dia.

Leve informação e conscientização

Pouco adianta o condomínio implementar medidas para a redução do consumo de energia, se isso não estiver alinhado também com os condôminos. É importante que haja uma comunicação clara para que, além de entender a adoção das novas medidas, estes estejam também engajados.

Como você deve ter percebido, são diversas as formas de reduzir o consumo de energia e, consequentemente, a conta no final do mês. Aqui, mostramos algumas dicas básicas que podem ser aderidas e costumam passar abatidas pelos síndicos.

Que tal pensar em um condomínio mais sustentável? Pode ser mais fácil do que você imagina! Confira nosso e-book e saiba mais.

graiche + sustentável


Compartilhe:



Entre em Contato Conosco



São Paulo:
Atendimento -
(11) 3145-1322
Comercial - (11) 3145-1300

Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 horas

Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 horas



A sua opinião é de grande interesse para a Graiche. Clique no botão abaixo e entre em contato por meio do nosso canal de atendimento.














Mogi das Cruzes:
Atendimento -
(11) 4728-4359

Escreva-se para nossa newsletter
Inscrever