Novo síndico? Confira algumas dicas para assumir a gestão

15 de março de 2022

Novo síndico? Confira algumas dicas para assumir a gestão

Ao assumir a gestão do condomínio, o novo síndico, seja ele de primeira viagem ou profissional experiente, precisa estar pronto para lidar com muitas responsabilidades. Para quem está de fora, pode parecer uma tarefa simples, mas ser síndico é desempenhar diversos papéis em sua função.

Por se tratar de um cargo com muitas tarefas, algumas vezes isso pode inclusive trazer dúvidas quanto ao seu papel e onde ele pode intervir. O primeiro passo é entender claramente as suas atribuições e para o que ele está ali.

Atribuições básicas do síndico

Na prática, o síndico assume o papel de responsável legal do condomínio. Sua função é essencial para a harmonia, a segurança e a manutenção dos condomínios. Dentre as suas atribuições estão:

  • convocar a assembleia dos condomínios;
  • zelar pela prestação dos serviços de interesse dos condôminos;
  • conservação e manutenção das áreas comuns do condomínio;
  • cumprir e fazer cumprir as regras;
  • prestar contas anualmente e quando exigidas;
  • elaborar o orçamento da receita e da despesa relativa de cada ano (previsão orçamentária);

Enquanto lei, o Código Civil, lista diversos deveres da vida de um síndico, como cumprir e fazer cumprir as regras e as decisões das assembleias, entre muitas outras obrigações.

Como você pode notar, são muitas as suas responsabilidades, por isso é essencial saber o seu papel e o que o síndico pode e não pode fazer.

Agora que o seu papel já está claro, quais devem ser as primeiras atividades como síndico? Por onde começar? Pensando nisso, separamos alguns pontos importantes. Confira:

O que checar assim que assumir o cargo

O novo síndico deve tomar algumas medidas iniciais para providenciar e organizar informações sobre o condomínio, antes de dar sequência em outras tarefas.

    1. Solicite e receba toda a documentação da gestão anterior.
    2. Faça uma reunião com o síndico anterior para esclarecer suas dúvidas ou alguma questão que possa ter surgido. Isso é importante para criar um canal de suporte caso precise eventualmente.
    3. Caso o seu condomínio conte com uma administradora, faça uma reunião de alinhamento.
    4. Realize as primeiras providências administrativas, como:
      • atualização de dados do banco
      • cadastro atualizado de moradores
      • atualização de dados na Receita Federal
      • checagem da documentação completa do condomínio
    5. Conferência da previsão orçamentária, ter conhecimento das inadimplências e investimentos atuais

Esses são alguns dos pontos iniciais importantes para estar a par da real situação do condomínio.

O papel da administradora

A administradora de condomínio escolhida pelo síndico vai ser o seu braço direito na gestão do empreendimento. Ela tem como dever principal auxiliar o síndico em todas as suas tarefas diárias, em suas funções e no cumprimento de exigências legais, bem como dar suporte junto à questão financeira, gastos e cobranças.

A empresa fica responsável por cuidar das partes mais burocráticas e que envolve um conhecimento mais técnico, o que facilita muito a vida de um síndico que está começando agora.

Saiba mais sobre a diferença do papel do síndico e da administradora.

Aproveite também baixe o e-book: Como Administrar Seu Condomínio Com Segurança para facilitar a sua gestão condominial.

Como administrar seu condomínio

Gostou do conteúdo? Para estas e outras dicas sobre administração de condomínio, conte com a Graiche.


Compartilhe:



Entre em Contato Conosco



São Paulo:
Atendimento -
(11) 3145-1322
Comercial - (11) 3145-1300

Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 horas

Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 horas



A sua opinião é de grande interesse para a Graiche. Clique no botão abaixo e entre em contato por meio do nosso canal de atendimento.














Mogi das Cruzes:
Atendimento -
(11) 4728-4359