MEDIDAS DE SEGURANÇA PARA USO DE GÁS NO CONDOMÍNIO

24 de outubro de 2019

O cuidado no uso do gás em condomínio é uma das prioridades na gestão da segurança de qualquer edificação, seja ela de gás encanado “diretamente da rua” ou por armazenamento de “Botijão de gás”.

Por isso, hoje vamos falar de algumas medidas fundamentais para deixar o condomínio ainda mais protegido contra acidentes.

NO CONDOMÍNIO COM GÁS ENCANADO

Fique de olho na instalação
Mantenha regularidade na manutenção das instalações. A inspeção do gás em condomínio é obrigatória quando o AVCB for renovado. Para ser realizada, o engenheiro deverá emitir um laudo observando as regras da NBR 15.526/2007 da ABNT.

Cuide das tubulações
Ferrugem, vazamento e falta de ventilação são condições encontradas em condomínios com tubulações de gás instaladas há mais de 15 anos (NBR 15.526/2007 da ABNT). Ainda encontramos outro problema: as tubulações mais antigas eram feitas com aço galvanizado. O ideal é fazer a substituição por peças de cobre.

Contrate testes profissionais
O principal é o teste de estanqueidade, realizado por uma empresa especializada. Ele mede a estrutura para verificar se há vazamentos por meio de comparativos de pressões.

Cuidado com as construções
Jamais faça obras que precisem perfurar o solo ou paredes sem a avaliação do especialista na instalação das tubulações. É fundamental contar com o apoio para não começar uma reforma em locais por onde o gás passe.

NO CONDOMÍNIO COM BOTIJÕES DE GÁS

Deixe o botijão em local arejado
Ele nunca pode ficar em local fechado, por mais a estética da cozinha fique mais agradável. Além disso, o local de armazenamento deve ficar sempre limpo.

Jamais deite o botijão
É um mito achar que fazendo isso se conseguirá maior rendimento do gás de cozinha. Quando o botijão é deitado, podem ocorrer vazamentos e danos no regulador de pressão.

Deixe o botijão longe de ralos
O gás de cozinha é mais pesado do que o ar. Isso significa que, no caso de algum vazamento, ele pode ficar alojado no encanamento de água.

Nunca faça extensões na mangueira
Antes de definir o local, meça o ambiente para não precisar ampliar o tamanho da mangueira. O tamanho recomendado da mangueira é de, no máximo, 80 centímetros. Aplicar somente peças aprovadas no Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO/ NBR8473).

RECOMENDAÇÕES GERAIS

Na ausência por longo período, feche o registro de gás.
Não instalar cortinas ou colocar panos de prato ou outros materiais que possam pegar fogo próximo ao fogão ou sobre o botijão.
Verifique válvulas e mangueiras. É muito importante respeitar o prazo de validade da válvula que chega até o fogão, mangueiras de gás possuem um prazo de validade de 5 anos. Respeite esse período para garantir a segurança da peça.
Fique atento ao odor de gás dentro do apartamento ou nas áreas comuns. Se perceber algum cheiro de gás, mesmo que não seja da sua unidade, fale com o zelador ou responsável imediatamente.
Em suspeita de vazamento de gás durante a noite, não acione o interruptor de luz, porque poderá provocar uma centelha e por consequência um incêndio.

Compartilhe:

Entre em Contato Conosco

São Paulo:
Atendimento - (11) 3145-1322
Comercial - (11) 3145-1300

Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 horas

Mogi das Cruzes:
Atendimento - (11) 4728-4359

Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 horas




A sua opinião é de grande interesse para a Graiche. Clique no botão abaixo e entre em contato por meio do nosso canal de atendimento.